Os Piratas do Evangelho

Quando adolescente eu ficava eufórico quando era anunciado na “sessão da tarde” um filme sobre os terríveis piratas, marginais que saqueavam os mares em busca de riquezas, prestigio e rum. Eu ficava fascinado com os belos navios, com medo dos piratas sem um olho e sonhando com a oportunidade de ver uma nova aventura de piratas produzida por Hollywood. Hoje já não sou, mas um adolescente, mas continuo gostando de um bom filme com piratas que são conhecidos por todo mundo graças a essas mega produções.

O wikipédia da uma boa definição sobre Piratas:
“A palavra pirata (do grego πειρατής, derivado de πειράω "tentar, assaltar", pelo latim e italiano pirata) é um marginal que, de forma autônoma ou organizado em grupos, cruza os mares só com o fito de promover saques e pilhagem a navios e a cidades para obter riquezas e poder”

Estes eram os piratas homens sem donos, sem pátria com suas próprias leis, mas homens vidrados por dinheiro, e por causa dele capazes de qualquer coisa. A ponto de surgir os corsários, piratas que se vendiam a um governo onde recebiam uma carta de marca que o considerava um navio corsário, ou seja, atuava em favor do governo fazendo atos de pirataria em outras palavras um pirata que por dinheiro se vendeu para trabalhar para uma determinada coroa e muitas vezes se levantando ate contra os próprios piratas.

E ai que eu começo a lembrar de alguns pregadores da nossa geração, homens, mulheres, bispos, “apóstolos”, presbíteros, pastores, membros,... Seja lá qual o titulo usado que se tornaram verdadeiros corsários do evangelho, pessoas que se venderam para um evangelho de facilidades, palavras de engano, objetos de superstição e inventam a cada dia uma mágica nova para tirar dinheiro de um povo muitas vezes enganado pelas suas mentiras.

Como piratas vendidos verdadeiros corsários essas pessoas se venderam deixaram de lado o evangelho da redenção, o amor de cristo e o sangue que lava o pecado, para em troca disso serem gafanhotos destruindo a verdadeira palavra para se estabelecer em mansões enquanto a maioria de seus membros luta para viver com um salário mínimo.

Escrevo isso para que a igreja de Cristo eu e você possamos abrir os nossos olhos, e como nos ensina a palavra orar por eles para que possam encontrar em algum lugar o evangelho da verdade que talvez um dia tiveram, mas trocaram por riquezas, poder e rum.

Autor: Pastor Rodrigo Almeida Related Posts with Thumbnails
5 Responses
  1. olá, infelizmente esta é a mais pura realidade são piratas, corsarios e como Paulo já disse: mercadores da palavra que se multiplicam como ratos e o que me causa ainda mais tristeza é que pessoas de coração puro estão sendo enganadas, usadas e manipuladas por tais mercenarios.

    Mas graças ao nosso grande DEUS as portas do inferno jamais prevalecerão contra a igreja de JESUS.

    Querido irmão Graças Dou ao SENHOR pela sua vida, este post é um alerta para nos unirmos e orarmos para grandeza do evangelho. Um grande abraço!


  2. Graça e paz. Mais uma vez você mostrando ao mundo que você faz a diferença nesse evangelho de facilidades que é pregado aí. Que o Senhor Jesus continue te usando para que você possa ser o que Deus preparou para você ser antes do teu nascimento. UM VERDADEIRO APOLOGÉTA.
    Parabéns pela postagem. Oro para que Deus continue te dando esse discernimento espiritual que faz a diferença no nosso meio.
    Deus te abençoe!


  3. Grça e paz pastor,infelizmente esta é uma realidade em nosso dias,vivemos no meio de"piratas" do evengelho de "toma lá dá cá"!
    Jesus nos disse que é necessário que joio cresça pra depois Ele arrancar;no livro de Timoteo nos alerta qunto aos falsos profetas!
    Um abraço parceiro!!!


  4. Graça e paz,amado Pastor Rodrigo. Suas palavras retratam fielmente o que se tornou o Cristianismo institucionalizado do nosso tempo: um bando de aves de rapina em busca de rapinagem.

    Estão espoliando os bens dos pobres, alienando os indivíduos com falsos ensinos, surrupiando a verdade.

    Tais obreiros da iniquidade terão em breve o seu pago. Os mercenários serão envergonhados pelo altíssimo.

    Graça e paz!


  5. Olá irmão Rodrigo.
    Excelente texto, excelente analogia. Até mesmo porque há alguns piratas do evangelho hoje que atravessam os mares para roubarem (ops) "pedirem ofertas e venderem unções" em outros continentes.
    Parabéns pelo blog.
    Só um detalhe, no email que vc enviou para mim (e com certeza para um bom número de pessoas) - o link está errado. Dá uma olhada, pois senão o esforço será em vão, se os destinatários não se esforçarem para identificar o erro.
    Abração irmão, que o Senhor continue lhe abençoando - e a nós através de você...
    Alberto Oliveira