As Duas Pulgas
26 de Maio/Quinta Feira

Muitas instituições caíram e caem na armadilha das mudanças drásticas de coisas que não precisam de alteração, apenas aprimoramento. O que lembra a história de duas pulgas.

Elas estavam conversando e então uma comentou com a outra:

- Sabe qual é o nosso problema? Nós não voamos, só sabemos saltar. Daí nossa chance de sobrevivência, quando somos percebidas pelo cachorro, é zero. É por isso que existem muito mais moscas do que pulgas.

E elas contrataram uma mosca como consultora, entraram num programa de reengenharia de vôo e saíram voando. Passado algum tempo, a primeira pulga falou para a outra:

- Quer saber? Voar não é o suficiente, porque ficamos grudadas ao corpo do cachorro e nosso tempo de reação é bem menor do que a velocidade da coçada dele. Temos de aprender a fazer como as abelhas, que sugam o néctar e levantam vôo rapidamente.

E elas contrataram o serviço de consultoria de uma abelha, que lhes ensinou a técnica do chega-suga-voa. Funcionou, mas não resolveu. A primeira pulga explicou por quê:

- Nossa bolsa para armazenar sangue é pequena, por isso temos de ficar muito tempo sugando. Escapar, a gente até escapa, mas não estamos nos alimentando direito. Temos de aprender como os pernilongos fazem para se alimentar com aquela rapidez.

E um pernilongo lhes prestou uma consultoria para incrementar o tamanho do abdômen. Resolvido, mas por poucos minutos. Como tinham ficado maiores, a aproximação delas era facilmente percebida pelo cachorro, e elas eram espantadas antes mesmo de pousar. Foi aí que encontraram uma saltitante pulguinha:

- Ué, vocês estão enormes! Fizeram plástica?

- Não, reengenharia. Agora somos pulgas adaptadas aos desafios do século XXI. Voamos, picamos e podemos armazenar mais alimento.

- E por que é que estão com cara de famintas?

- Isso é temporário. Já estamos fazendo consultoria com um morcego, que vai nos ensinar a técnica do radar. E você?

- Ah, eu vou bem, obrigada. Forte e sadia.

Era verdade. A pulguinha estava viçosa e bem alimentada. Mas as pulgonas não quiseram dar a pata a torcer:

- Mas você não está preocupada com o futuro? Não pensou em uma reengenharia?

- Quem disse que não? Pensei, sim! E fui conversar com a minha avó, que tinha a resposta na ponta da língua.

- E o quê ela disse?

- Não mude nada. Apenas sente no cocuruto do cachorro. É o único lugar que a pata dele não alcança.

MORAL: Você não precisa de uma reengenharia radical para ser mais eficiente. Muitas vezes, a GRANDE MUDANÇA é uma simples questão de reposicionamento.


Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
A Violência
16 de Maio/ Segunda Feira



Fonte: http://jasielbotelho.blogspot.com

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
O Capim!
12 de Maio/Quinta Feira

* Curso de Medicina, o professor se dirige ao aluno e pergunta:
-Quantos rins nós temos? -Quatro! - Responde o aluno.
-Quatro? - Replica o professor, arrogante, daqueles que sentem prazer em tripudiar sobre os erros dos alunos...
-Traga um feixe de capim, pois temos um asno na sala. - ordena o
professor a seu auxiliar.
-E para mim um cafezinho! - Replicou o aluno ao auxiliar do mestre.

O professor ficou irado e expulsou o aluno da sala. O aluno era,
entretanto, o humorista Aparício Torelly Aporelly (1895-1971), mais
conhecido como o 'Barão de Itararé'. Ao sair da sala, o aluno ainda teve a audácia de corrigir o furioso mestre:
-O senhor me perguntou quantos rins 'nós temos'... 'Nós' temos quatro: dois meus e dois seus. 'Nós' é um pronome pessoal na 1ª pessoa do plural.
'Nós' é igual a EU+VOCE. Tenha um bom apetite e delicie-se com o capim.

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Operação "Mãos Limpas"
03 de Maio/Terça Feira

Uma das personagens mais intrigantes de William Shakespeare é Lady MacBeth.

Ao ouvir uma profecia que dizia que o seu marido se tornaria rei, ela o convenceu a assassinar o monarca então vigente.

Quando o ato sangrento foi levado a cabo, Macbeth ficou de consciência pesada. A esposa censurou a sua irritabilidade e ajudou-o a encobrir o crime.

O marido foi coroado rei. Mas isso não foi o fim da história. A resolução inicial de Lady MacBeth transformou-se em remorso. Ela tornou-se mentalmente instável e não conseguia parar de lavar as mãos. - Será que estas mãos nunca estarão limpas, perguntava ela. E a sua culpa acabou por levá-la ao suicídio.



A culpa é uma emoção que nos verga sempre que atravessamos uma fronteira moral.

Todos nós somos capazes de nos sentirmos culpados, quando violamos a lei de Deus escrita nos nossos corações (Leia Romanos 2:14-15).

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Feliz Páscoa para todos!
26 de Abril/Terça Feira



Fonte: http://jasielbotelho.blogspot.com

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Quadros Mudados
18 de Abril/Segunda Feira

De andar e ver me cansei
A vida me ensinou
Finda agora a busca que amei, não quero mais a dor
Olhei bem dentro dos olhos das gentes e vi o que não queria 2x
Gente que vive sem que nem porque, velhos retratos em branco e preto
Querem ser felizes, um mundo
Novos retratos, quadros mudados
Vida multicor cintilando em neon
Fontes que jorram no coração
Melhor sem que se mude o coração.
Vi no meio da multidão pessoas que brilhavam
Refletiam como cristal o brilho de outra fonte
Gotas de luz salpicavam aqueles que cruzavam seus caminhos - 2x
Gente com uma razão pra seguir
Novos retratos, quadros mudados
Vida multicor cintilando em neon
Fontes que jorram no coração

Autor: Stênio Március

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Crianças de Grozni: Infância roubada
15 de Abril/Sexta Feira

Jornalista relata o dia-a-dia sofrido das crianças na Chechênia
por Fábio Varsano

O garoto Timur era chicoteado com um fio de metal com a ponta em brasa. Sua irmã, Liana, foi violentada aos 8 anos pelo tio, que manteve a rotina de estupros por mais seis anos até ser preso em flagrante. Adlan perdeu a fala desde que sua mãe começou a espancá-lo todos os dias. Os nomes foram trocados, mas os dramas são verídicos. Com histórias assim, a jornalista norueguesa Asne Seierstad, autora de O Livreiro de Cabul, compôs em seu novo livro, Crianças de Grozni, um retrato da tragédia que se abateu sobre a Chechênia a partir de 1994, quando a república tentou se separar da Rússia. Seguiram-se dois conflitos, que, somados, provocaram 300 mil mortes e deixaram pelo menos 25 mil órfãos.

Situada entre as montanhas do Cáucaso, na Ásia Central, a Chechênia era ocupada por tribos nômades até o século 14, quando grupos islâmicos fixaram residência por lá. Os primeiros embates com os russos ocorreram dois séculos depois, na época do czar Ivan IV, o Terrível. Em1859, o país foi anexado ao Império Russo. Focos de resistência surgiram logo após a Revolução Russa de 1917. Em 1944, Josef Stálin ordenou a deportação de 400 mil chechenos para a Sibéria e o Cazaquistão. O fim da União Soviética fez renascer o desejo de independência, decretada em 1991. A reação veio em 1994, em uma guerra de dois anos. Em 1999, Moscou começou outro conflito; em resposta, a resistência chechena se aproximou de grupos terroristas. Nessa escalada de violência, o ponto mais bárbaro foi o massacre de Beslan, em 2004, quando o resgate de 1200 vítimas tomadas reféns em uma escola na Ossétia do Norte terminou com 339 vítimas fatais. Destas, 186 eram crianças.


Entrevista

História – A Chechênia tem alguma chance de se tornar independente?

Asne Seierstad – Não acredito nisso. A Chechênia foi a primeira nação conquistada pelas forças do czar, em 1859, e a primeira e tentar abandonar a Rússia depois do fim da União Soviética. Acontece que, se a Rússia não quer, a independência é impossível. Estamos falando de uma nação de 1 milhão de pessoas lutando contra um estado de 150 milhões de habitantes. Além disso, a partir de 1996, a Chechênia até alcançou alguma independência, mas aí começou a tropeçar nos próprios conflitos internos. Depois do segundo conflito, em 1999, a população chechena se cansou de guerra. Hoje eles preferem uma vida estável à própria independência.

Mas, no plano religioso, a região não tem autonomia?
Sim, tem. Quando se trata de religião, Ramzan Kadyrov, o presidente checheno, faz o que bem entende. Ele chega ao ponto de colocar guardas armados em frente à universidade de Grozni, a capital, para impedir a entrada das estudantes que não estejam com o rosto inteiramente coberto por véus. Além disso, a censura à imprensa e as perseguições aos adversários do presidente são muito sérias, e o governo da Rússia faz vista grossa para o problema. Mesmo que se tornasse um estado totalmente independente, a Chechênia de hoje não seria uma democracia.


Fonte:http://historia.abril.com.br

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Carta de Wellington Menezes é Revelada
13 de Abril/Quarta Feira

Em nova carta, atirador tenta usar bullying para justificar massacre O Fantástico teve acesso às imagens feitas pela polícia na casa de Wellington na quinta-feira da tragédia. Em meio a muita sujeira, os policiais encontraram uma segunda carta deixada pelo assassino.

O programa “Fantástico”, de Rede Globo, divulgou, na noite deste domingo, uma nova carta, de quatro páginas, encontrada pela polícia na casa de Wellington Oliveira, que, na última quinta-feira, matou a tiros 12 estudantes da Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo. Nela, ele tenta fugir da responsabilidade pelo massacre que cometeu. Ele abre o texto afirmando que não é o responsável por todas as mortes que ocorreriam, "embora meus dedos sejam os responsáveis por puxar o gatilho." Mais adiante escreve: "Cada vez que virem alguém se aproveitando da bondade ou da inocência de um ser, lembrem-se que esse tipo de pessoa foi responsavel por todas essas mortes, inclusive a minha."

Ele tenta usar o bullying, a perseguição que diz ter sofrido na escola, para justificar as mortes: "Muitas vezes aconteceu comigo de ser agredido por um grupo e todos os que estavam por perto debochavam, se divertiam com as humilhações que eu sofria, sem se importar com meus sentimentos".

O texto revelado pelo "Fantástico" cita o atentado de 11 de setembro de 2001 ao World Trade Center, em Nova York, e destaca que há sites na internet que ensinam como fazer bombas e como conseguir recursos para comprar munição e explosivos. Veja, no vídeo acima, parentes falando sobre as vítimas do massacre.

A professora de português Leila D'Angelo, que estava na sala onde começou a chacina, contou ao "Fantástico" que até hoje não entende por que Wellington Menezes de Oliveira não a matou:

— O que mais chamou minha atenção foi exatamente a disposição dele em matar as crianças. É horrível, mas seria óbvio: primeiro ele me mataria, até para eu não correr.

A professora diz ter feito cara feia quando Wellington entrou na classe, porque ele não tinha batido na porta. O assassino carregava uma bolsa de viagem:

— Eu olhei nos olhos dele, ele tava normal, tranquilo, não estava tremendo, nem nada. Ele foi entrando e, daqui a pouco, falou assim: "eu vim dar uma palestra". Aí eu virei para ele e falei: "como?" Quando eu falei isso, ele já abriu (a bolsa). Estava de costas, as crianças olhando, esperando para ver quem era. Todo mundo normal. Ele abriu a bolsa e com as duas mãos, ao mesmo tempo, pegou dois revólveres. Enquanto pegava os revólveres, ele falava assim: "vim dar um palestra” e já atirou.

A professora só se deu conta do que acontecia após o terceiro tiro disparado por Wellington. Naquele momento, disse Leila, o atirador matava a esmo, sem escolher as vítimas. Os alunos e a professora assistiram em desespero Wellington recarregar duas vezes as armas. Enquanto isso, Leila gritava para os alunos fugirem e ajudava a quem podia, já saindo da sala.

— Se eu ficasse ali, não iria ajudar em nada. Eu acabaria, talvez, levando um tiro ou vendo ele matar. Não poderia desarmá-lo, não poderia fazer nada. Então, só pensava : "tenho que salvar estas crianças". As que estavam perto de mim, eu puxava e descia. Era só isso que eu conseguia pensar.

Há 25 anos dando aulas, 16 deles na Escola Tasso da Silveira, Leila acredita que Wellington não teria conseguido entrar no prédio se não tivesse se identificado como ex-auno:

— Ele tinha ido (à escola) uma semana antes pegar o histórico. Naquele dia, foi na secretaria pegar o histórico e a grade estava fechada. Ele pediu para subir para falar com a professora. Todo mundo sabia que não tinha palestra aquele dia. A grade foi aberta porque ele era ex-aluno. Só por isso que ele conseguiu.

Em estado de choque, Leila diz que não está pronta para voltar à escola:

— Eu fico imaginando: como é que eu vou entrar naquela sala e olhar para aquelas crianças? Sei que eu preciso deles e eles precisam de mim. Afinal de contas, sou professora. Mas hoje não sou inteira, eu sou cacos. Eu vou juntar esses cacos em que eu me fiz e eu vou dar força pros meus alunos.

Fonte: Extra / Fantástico

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
COLAGEM: Jonas - Lanterna dos afogados - Oração
12 de Abril/Terça Feira



Jonas 2

E orou Jonas ao SENHOR, seu Deus, das entranhas do peixe.

E disse: Na minha angústia clamei ao SENHOR, e ele me respondeu; do ventre do inferno gritei, e tu ouviste a minha voz.

Porque tu me lançaste no profundo, no coração dos mares, e a corrente das águas me cercou; todas as tuas ondas e as tuas vagas têm passado por cima de mim.

E eu disse: Lançado estou de diante dos teus olhos; todavia tornarei a ver o teu santo templo.

As águas me cercaram até à alma, o abismo me rodeou, e as algas se enrolaram na minha cabeça.

Eu desci até aos fundamentos dos montes; a terra me encerrou para sempre com os seus ferrolhos; mas tu fizeste subir a minha vida da perdição, ó SENHOR meu Deus.

Quando desfalecia em mim a minha alma, lembrei-me do SENHOR; e entrou a ti a minha oração, no teu santo templo.

Os que observam as falsas vaidades deixam a sua misericórdia.

Mas eu te oferecerei sacrifício com a voz do agradecimento; o que votei pagarei. Do SENHOR vem a salvação.




Fonte: http://ultimato.com.br/sites/marcosbotelho/

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Marcelo Tas diz ter Orgulho de Filha Lésbica.
11 de Abril/Segunda Feira

O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) voltou ao CQC, da Band, para se explicar sobre as declarações que fez na edição anterior do programa. Ele se explicou sobre as declarações contra negros e homossexuais, feitas no dia 28 de março, e acrescentou que aceitaria de bom grado os votos de homossexuais nas próximas eleições.

“Aí não tem problema nenhum”. Voto é muito bem vindo. É voto em macho”, disse o deputado, respondendo a pergunta do repórter Danilo Gentili sobre se aceitaria ser eleito por homossexuais.

No dia 28 de março, Bolsonaro participou do quadro “O povo quer saber”, em que responde a perguntas feitas pela população. Algumas das respostas trouxeram grande polêmica, especialmente a feita à cantora Preta Gil, em que disse que seu filho não namoraria uma negra porque não frequenta “um ambiente promíscuo”.

Ontem, Bolsonaro se explicou sobre o assunto. “A resposta não se encaixa na pergunta. Quero crer que não entendi a pergunta. Meu filho pode ficar com quem ele quiser, desde que não tenha o comportamento da Preta Gil”.

Nas demais respostas, o deputado confirmou as respostas dadas anteriormente. Disse que bateria no filho se o flagrasse fumando maconha, diz que seus filhos jamais seriam homossexuais porque “foram bem educados” e que é contra as cotas raciais. “Todos somos iguais perante a lei. Para mim, quem aceita vaga de cota assina embaixo que é incompetente”.

Em resposta às declarações e provocações do deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) contra os homossexuais, o apresentador Marcelo Tas exibiu ontem uma foto de sua filha lésbica durante o programa "CQC - Custe o Que Custar", da TV Bandeirantes.

"(...) Eu gostaria de mostrar pro senhor, deputado Bolsonaro, uma foto, e que o senhor soubesse o seguinte: essa pessoa que está aqui comigo se chama Luiza, é minha filha, ela estuda Direito. Essa foto foi feita em Washington, onde ela vive hoje, ela ganhou uma bolsa pra ser bolsista da American University, é estagiária da OEA (Organização dos Estados Americanos), ela é gay e eu tenho muito orgulho de ser pai da Luiza. Tá certo deputado?", afirmou o apresentador (veja o vídeo, a partir dos 12min25).

Com tal declaração, Marcelo Tas rebate uma das pérolas mais preconceituosas já ditas pelo deputado Jair Bolsonaro. "Qual pai tem orgulho de um filho gay, de um filho lésbica?", questionou.

O programa "CQC" mostrou ainda a reportagem sem edição na qual o deputado critica a possibilidade de seu filho namorar uma negra. Em sua defesa, Jair Bolsonaro afirmou que confundiu a palavra "negra" com "homossexual".

"A justificativa dele [Jair Bolsonaro] é de ter se enganado, ao invés de negra ele teria ouvido homossexual, que são palavras muito similares: negro e homossexual", ironizou Rafinha Bastos. "O grande problema é o seguinte, infelizmente tendo feito essa colocação sobre a sexualidade não é crime. A homofobia ainda não leva esse cara para a cadeia, o racismo sim, então ele encontrou uma brecha legal", completou.

Por fim, Marcelo Tas voltou a ressaltar a importância de se respeitar as diferenças. "Conviver com as pessoas, amor, respeito não depende de orientação sexual nem de raça", declarou.


Assista a participação de Bolsonaro, na íntegra:



Fonte: http://www.ogalileo.com.br
Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
No Sul, Noivos se Casam na Igreja como 'Shrek'
06 de Abril/Quarta Feira

Diocese de Caxias emite nota em que censura os noivos e o frei que realizou a cerimônia religiosa inspirada no filme

Denise e Marcelo subiram ao altar vestidos de princesa Fiona e Shrek - Alessandro Veronese Mânico / Especial

O casamento da cabeleireira Denise Flores, 30 anos, e do dono de estofaria Marcelo Basso, 39 anos, ocorrido em Garibaldi há duas semanas, recebeu uma censura oficial do bispo da diocese de Caxias, dom Paulo Moretto.

O prelado criticou o fato de o casal, autorizado pelo frei Antoninho Pasqualon, ter se casado vestido de Fiona e da versão príncipe de Shrek e incentivado os convidados a se fantasiarem com base nos personagens dos filmes de animação do famoso ogro.

"Quem nunca sonhou com um cavaleiro ou ser um cavaleiro, montado num cavalo branco e armadura reluzente em busca de sua cara-metade? Então! Por que não tornar esse sonho em realidade?". A frase escrita por Denise foi entregue aos 600 convidados do seu casamento junto a um convite no estilo medieval.

A realização do sonho gerou críticas de católicos à diocese de Caxias do Sul, que reagiu em nota oficial censurando o frei que abriu a Igreja Matriz de Garibaldi a um casamento fora dos padrões tradicionais. A cerimônia no dia 12 foi planejada por mais de um ano para que todos os detalhes tivessem uma explicação.

—A gente resgatou um sonho de todos os convidados, cada um se identificou com os personagens assim como eu me identifico com o significado da Fiona, que é princesa, mas tem atitude e personalidade forte —explica a noiva.

Para poder entrar na igreja com uma coroa dourada e um vestido medieval, vendo no altar um príncipe, reis, rainhas e princesas dos contos de fadas, Denise precisou de quatro conversas embasadas na história para convencer o frei Antoninho Pasqualon a realizar a cerimônia.

—O casamento foi baseado na versão clássica da história, na Idade Média, que foi quando a Igreja teve mais poder. Eu convenci o frei lembrando do mandamento que diz para amar a Deus sobre todas as coisas. O meu sonho era me casar onde fui batizada —diz.

A cabeleireira lamentou a posição da diocese.

—Quero que as pessoas da Diocese de Caxias do Sul sentem para nos ouvir, porque eles não fizeram isso. Só ouviram os críticos —diz a noiva.



Informações Zero Hora

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
O Senhor do Tempo
31 de Março/Quinta Feira


Composição : Stênio Március

Mestre, me veja menino
Deixa-me correr com Teus pequeninos
Mestre, de rosto amigável, de sorriso largo, de sereno olhar
Eu fui a Ti criança e me recebeste de braços abertos
Que estranha distância agora
Senhor, lembra do menino que eu fui outrora

Mestre, lembro que eu buscava
E me derramava, choro adolescente
Lembro daquele caderno onde eu anotava minhas orações
Jovem busquei a Ti, o refúgio certo para um moço aflito
Que estranha distância agora
Senhor, lembra do rapaz que eu fui outrora

Mestre, estou bem mais velho
E o amor que eu tinha, onde foi parar?
Mestre, fala a esse homem, que se emocione, vá recomeçar
Faz-me correr e assim retornar ligeiro ao primeiro amor
Deixa-me ver novamente o meu nome
Escrito nas santas mãos do Senhor do Tempo

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Mara Maravilha fala não pra 'Devassa'
29 de Março/Terça Feira

Mara Maravilha está entre as famosas que foram sugeridas ao publicitário Aaron Sutton, que assinou a campanha de Sandy da cerveja Devassa, para ser a próxima garota-propaganda.

"Me sugeriram Rita Cadillac, Geisy Arruda, Gretchen, Ariadna e a Mara Maravilha", revelou Aaron Sutton, completando que procura uma devassa que tenha um lado certinha.

“De antemão já estou avisando pro inferno rachar: a minha resposta é não”, disse a cantora gospel.

“O diabo já me comprou muito, já me convenceu muito, mas agora nem vem que não tem!”, completou.

Confira o vídeo gravado no programa da Rede Super:

1

Fonte: http://www.ogalileo.com.br

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
O pinocchio gospel cai de nariz na Bola de Neve
25 de Março/Sexta Feira

Após confessar que deu centenas de testemunhos falsos em eventos e DVD’s , Davi Silva retorna ao púlpito.


Em 2010, A Casa de David produziu um vídeo com a confissão das inúmeras mentiras e simulações de David Silva. Até aquela data, David era tido como grande profeta por muita gente. Eram famosas as aparições angelicais invisíveis em suas palestras. De outras vezes, anjos mais marotos lhe davam dedadas durante as suas concorridas ministraçõ€s.

Para a tristeza e a decepção dos que acreditavam nos fenômenos sobrenaturais e milagres vinculados ao seu ministério, o próprio David confessou que mentia: As dedadas deviam ser um desejo reprimido e o resto era mentira mesmo.

No mesmo vídeo, David se comprometeu a permanecer na casa de David debaixo da autoridade de Mike Shea, quando iria, uma a uma, apontar as, mentiras ditas nos DVDs comercializados pelo ministério.

Veja o depoimento

Ademais, cumpriria disciplina, antes de voltar ao púlpito. Não sei o que incluia esta disciplina, mas estava meio óbvio que os anjos iriam dar um tempo na sua vida.

Até este ponto, apesar da obviedade de todo o episódio para alguns, que nunca acreditaram nestas bobagens, o pecado é da nossa natureza e a medida foi a melhor dentro das circunstancias.

Não sou fã da “teologia” da Casa de David, mas reconheço que o seu pastor seria bom avaliador do arrependimento de David em relação à esta síndrome que o levava a mentir compulsivamente de maneira a obter atenção de super ungido, fosse para a sua vaidade, fosse para o lucro pessoal.

Mas acima de tudo, estava atento à promessa feita por David de indicar em cada uns dos vídeos comercializados pela Casa de David aquilo que era mentira. Afinal, centenas de milhares seguiam iludidos e mereciam satisfação.

Superada esta etapa de observação e aprendizado, caberia ao mesmo pastor cogitar a volta de David ao púlpito e ao público vir a aceitar, ou não, seus testemunhos e ministrações. E que fique claro: assim decidiram David e Mike.

Passados alguns meses, Sr. Mike Shea solta um comunicado dando conta da saída de Sr. David Silva da Casa de David, visto que o mesmo se recusou a cumprir aquilo que prometeu.

Diante disto, menos de seis meses após o episódio, qual igreja teria a coragem de colocar no púlpito um mentiroso confesso, pego no ato, que negou a disciplina, que negou apontar as suas próprias mentiras e cuja especialidade era INVENTAR MILAGRES, FALSEAR A AÇÃO DO ESPIRITO SANTO, SIMULAR A APARIÇÃO DE ANJOS INIVISIVEIS E VENDER TESTEMUNHOS DE VIDA FALSOS?

Quem aceitaria este homem no pulpito?

A BOLA DE NEVE CHURCH

David Silva está na Bola de Neve de Londrina, Paraná.

Anjos cutucadores era só o que faltava na Bola.

Leia Mais em: http://www.genizahvirtual.com


Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Que Fim Levou? Os óculos de Lampião
22 de Março/Terça Feira

Cangaceiro os usava para esconder a cegueira em um dos olhos
por Betina Moura

Nos primeiros dias de agosto de 1925, o bando de Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião (1898-1938), fazia uma de suas muitas incursões pelo sertão pernambucano. Os cangaceiros foram surpreendidos por agentes do governo e começou um tiroteio. Um dos membros, Livino – o irmão mais novo de Lampião –, foi atingido. O líder reagiu. No confronto, um soldado atirou em um cacto e a bala da escopeta fez com que um espinho fosse parar no olho direito de Lampião.

Livino acabou morrendo. Lampião, levado à cidade de Triunfo, perto do campo de batalha, foi atendido por um médico que retirou o espinho, mas não conseguiu salvar o olho do cangaceiro. Resultado: ele ficou cego de um olho. “O bom humor o impedia de esconder o problema, e ele brincava dizendo que não adiantava nada ter dois olhos, pois é preciso fechar um deles para atirar”, diz o pesquisador Antonio Amaury Correa de Araújo, autor de dez livros sobre a história do cangaço. O incidente transformou o cangaceiro em canhoto – ao menos na hora de atirar –, mas não atrapalhou sua fama de justiceiro. E o levou a usar óculos até o fim da vida. “Os óculos, que aparecem em quase todas as fotos, escondiam a deficiência de quem não a conhecia e protegiam os olhos do sol escaldante do sertão”, diz Antonio. Há notícia de pelo menos três óculos diferentes – sobre um deles há a história, nunca confirmada, de que os aros eram de ouro.

Dois dos óculos de Lampião, simples, redondos, de aro comum, foram deixados por ele nas casas de pessoas que o abrigaram durante o chamado “ciclo de Pernambuco”, antes de os cangaceiros cruzarem o rio São Francisco em direção à Bahia, em agosto de 1928. Há cerca de oito anos foram doados por essas pessoas à Casa de Cultura de Serra Talhada, em Pernambuco, onde se encontram até hoje.

Sobre os óculos que usava quando morreu, tudo indica que foram entregues para a polícia de Alagoas, que expôs as cabeças dos cangaceiros mortos após dizimar o grupo de Lampião numa emboscada na gruta do Angico, em Poço Redondo, Sergipe. No ataque-supresa, 11 cangaceiros foram mortos – entre eles, Lampião e sua mulher, Maria Bonita. A própria polícia promoveu a rapinagem do tesouro do bando. Ficaram com eles jóias, dinheiro, perfumes e tudo o mais que tivesse valor – inclusive os óculos.

por Betina Moura

Fonte: http://historia.abril.com.br

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Pastor Japonês Fala sobre Tragédia
17 de Março/Quinta Feira


Faça um blogueiO pastor Iraquitan Tunoda que morou 12 anos no Japão tem parentes na província de Chiba-ken, região que foi atingida pelo tsunami. Ele está apreensivo pois a esposa que é japonesa e mora em João Pessoa, Yoshie Tunoda, tem duas irmãs na localidade. “Não temos notícias delas. Acreditamos que possam estar vivas, mas é difícil. A região onde moram e trabalham foi totalmente destruída”, relatou. A família já tentou contato por telefone e pela internet, mas não teve êxito.

Segundo o pastor Iraquitan, cerca de 17 mil brasileiros vivem na província Chiba-ken. A maioria trabalha em um estaleiro que fica na região. Ele contou que a população tem mais medo do tsunami do que terremoto. “Assim que ocorre um terremoto de grandes proporções, sirenes ensurdecedoras alertam a população sobre o risco de tsunami. Também todos os meios de comunicação informam do risco e a polícia coloca viaturas nas ruas para orientar a população. Quando morei no Japão vi vários alertas, mas nenhum teve a proporção do que aconteceu”, contou Tunoda.

A esposa de Iraquitan ainda bastante abalada precisou ser medicada. As três filhas pequenas do casal, duas delas nascidas no Japão, ficaram bastante abaladas com a tragédia. “Elas choram muito e lamentam a possível perda de amigos e parentes”, disse Iraquitan Tunoda. Iraquitan contou que que de madrugada recebeu um telefonema falando do terremoto. “Ainda de madrugada recebeu um telefonema de um amigo que está no Japão pedindo orações porque houve um intenso terremoto. Na ocasião, não tinha dimensão da tragédia. Tomei conhecimento quando estava em um fila do Detran e vi as imagens pela TV. Foi muito triste”, narrou.

Olinda Muranaka e Geraldo Santos também têm parentes no Japão. No início da noite de ontem, eles conseguiram se comunicar pela internet com a irmã de Muranaka. “Ela contou que o abalo foi muito forte e o susto provocado pelo terremoto foi muito intenso. Ainda estão assustados, mas estão bem”, contou Muranaka que ainda não recebeu notícias de um outro irmão e de vários primos. Eles moram na região montanhosa na região de Tóquio.

Quem tiver familiares ou amigos no Japão pode obter informações através da embaixada brasileira pelo e-mail comunidade@abrasemb.or.jp ou pelo telefone 00 XX 81 3 3404 5211. A preferência é que o contato seja feito por e-mail, para evitar congestionamento na linha.

O site da embaixada é http://www.brasemb.or.jp.

Informações Jornal da Paraíba / ClickPB ro feliz comente

Fonte: http://www.ogalileo.com.br Related Posts with Thumbnails
Com Meus Própios óculos
15 de Março/Terça Feira

Um velho carpinteiro ficou encarregado de construir alguns engradados para as roupas que a sua igreja estava enviando para um orfanato na China.

No caminho de volta para casa, colocou a mão no bolso da camisa para pegar os seus óculos, mas eles tinham sumido. Quando repassou mentalmente as suas ações anteriores, percebeu o que acontecera: eles tinham caído dentro de uma das caixas, que à esta hora já estavam num caminhão à caminho do porto.

Era uma época difícil, ele estava sem dinheiro para adquirir óculos novos, e ficou muito constrangido com o fato, pois, já havia doado seu tempo e seus talentos em favor daquele orfanato. De certa forma, sentiu-se injustiçado, mas, logo superou isso, pois, Deus o abençou, fazendo que um amigo suprisse a sua necessidade.

Vários meses depois, o diretor daquele orfanato voltou ao seu país e quis visitar todas as igrejas que o apoiaram na China.

Quando veio à igreja daquele carpinteiro, o homem agradeceu as pessoas daquela comunidade por sua generosidade em apoiar o orfanato. E, retirando os óculos do rosto, ele disse:
- Mas, acima de tudo, eu tenho que lhes agradecer por estes óculos que vocês enviaram. Alguns soldados comunistas tinham passado pelo orfanato e destruído tudo, inclusive meus óculos. Eu estava desesperado. Mesmo se tivesse dinheiro, simplesmente não havia como comprar óculos novos. Além de não poder enxergar bem, tinha enxaqueca todos os dias. Meus auxiliares e eu decidimos orar sobre isto. Foi então que os seus engradados chegaram e recebemos este par de óculos. Era como se eles tivessem sido feitos sob medida para mim! Eu quero lhes agradecer muito por eles. Deus os abençoe.

Os membros daquela comunidade não tinham a menor idéia de como aqueles óculos foram parar lá. O velho carpinteiro sorriu, mas não contou nada para ninguém. Até o dia de hoje.

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Fim de Tarde No Portão
14 de Março/Segunda Feira

Fim de tarde no portão
A cabeça branca ao relento
Teimosia de paixão
Faz das cinzas renascer alento

Na estrada o seu olhar
Procurando um vulto conhecido
Espera um dia abraçar
Quem diziam já estar perdido

O seu amor é tão forte
Mais que o inferno e a morte
São torrentes que arrebentam o chão
Mais fácil secar os mares
Apagar a estrela antares
Que arrancar o amor de seu coração
Fim de tarde se debruça no portão

Mas um dia aconteceu
E o moço retornou mendigo
O pai depressa correu
E abraçou o filho tão querido

Tragam roupas e o anel
Calçem logo os seus pés, milagre!
Vinho do melhor tonel
Tanta alegria em mim não cabe

O seu amor é tão forte.....
Fim de tarde está deserto o portão

Composição: Stênio Március

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
A moda de ir à praia começou como recomendação médica
12 de Março/Sábado

por Álvaro Silva

Até 1810 ninguém tomava banho de mar no Brasil. Mulher nenhuma se esticava na areia de biquíni fio dental até torrar como um camarão. Não tinha futebol ainda e muito menos futebol de areia. Não tinha surf, nem rodinhas de banhistas descansando sob guarda-sóis. Ninguém considerava costumeiro nem civilizado lagartear na areia até 1810. Mas, naquele ano, o rei dom João VI faria um mergulho na Praia do Caju, hoje um lugar degradado na zona portuária do Rio de Janeiro. O monarca estava com a perna infeccionada por causa de um carrapato e seguia orientações médicas. Sem querer, ele inaugurou o costume que hoje lota as praias de banhistas e vendedores de queijo coalho.

Na França e na Grã-Bretanha, distintas senhoras já tomavam seus banhos para curar doenças físicas e até psíquicas. As teorias sobre o benefício do banho de mar eram a última palavra na medicina da Europa. E foi lá que os desesperados médicos de dom João foram buscar a receita para curar o rei que vivia no Brasil havia dois anos.

A idéia de que a água – sobretudo a água salgada do Canal da Mancha – era um santo remédio veio de uma teoria do médico e religioso inglês John Floyer nos primeiros anos do século 18. Além de criticar a igreja por modernizar a cerimônia do batismo (que virara um mero espirro de gotas na testa), o doutor Floyer acreditava que o mar tinha poderes milagrosos até para paralíticos. Sua obra inaugural, a História do Banho Frio, foi publicada em dois volumes, em 1701 e 1702. Mas a corrida às praias na Europa começou mesmo meio século mais tarde, em 1749, quando outro inglês, o doutor Richard Frewin, descreveu a primeira cura por banho de mar.

Sessenta anos depois, havia no Velho Continente uma enxurrada de publicações de métodos para o tratamento marinho. Os médicos de dom João decidiram tentar. E a receita deu certo: o monarca curou-se. Com o sucesso, os banhos atraíram a corte portuguesa alojada no país. Logo surgiram as primeiras casas de banhos terapêuticos, que ofereciam aos banhistas piscinas com água do mar e locais para se trocar e guardar as roupas. Em um anúncio de 2 de dezembro de 1811, do jornal A Gazeta do Rio de Janeiro, uma casa de banho oferecia seus serviços por 320 réis, o dobro do preço de um ingresso do Circo Olímpico, o principal da cidade.

Do barril ao topless
Pegar praia dava cadeia até a década de 20

Barril inaugural

O traje de banho usado em 1810 por dom João VI não era nada convencional nem mesmo para a época. O rei de Portugal tinha medo dos caranguejos e só aceitou entrar na água dentro de um barril. O recipiente que lhe serviu de roupa tinha o fundo tapado. Na lateral havia um pequeno buraco, por onde a água entrava. Conforme as exigências do monarca, apenas suas pernas podiam ser molhadas.

É Proibido Ver

A preocupação do governo e dos banhistas com a falta de pudor nas praias era enorme. Inicialmente, as senhoras banhavam-se de madrugada, para não serem vistas. Contra os moleques que as importunavam, as casas de banho colocavam em suas paredes avisos como este: “É expressamente proibido fazer furos nestas cabines à verruma ou pena, os encontrados nessa prática devendo ser entregues à ação da polícia”.

Hora do banho

Em 1917, o prefeito carioca Amaro de Brito regulamentou os horários de praia. De 1º de abril a 30 de novembro, podia-se entrar na água das 6h às 9h e das 16h às 19h. No verão, das 5h às 8h e das 17h às 19h. Quem fosse pego em outros horários era punido com multa ou cinco dias de cadeia.

Olha o maiô aí

A liberdade de freqüentar a praia sem a perseguição da polícia começou com os esportes aquáticos. Em 1880, aconteceram as primeiras regatas, por influência inglesa. A primeira mulher a vestir um maiô de peça inteira, colado ao corpo, foi a campeã olímpica Annette Kellerman, na Olimpíada de Estocolmo, em 1912.

Jânio e o biquíni

Em 1946, o francês Louis Reard chocou o mundo ao mostrar dançarinas de cabaré com o umbigo à mostra, vestidas apenas com a sua invenção, o biquíni. Quinze anos depois, a polêmica chegou ao Brasil: o biquíni foi proibido nas praias nacionais pelo pacote moralista do presidente Jânio Quadros, que vetou também corridas de cavalo, rinhas de galo e o lança-perfume. Mas a moda já tinha pego por aqui fazia tempo.

Topless na cadeia
Em 1964, a novidade foi o monoquíni (ou “topless”), que foi criticado pela Igreja mas apoiado por Roberto Carlos em músicas como “Eu sou fã do monoquíni”. Apesar do lobby do rei, o traje ainda é polêmica. Em 2000, depois de tirar a parte de cima do biquíni na praia do Recreio, a carioca Rosimeri Costa foi presa por 20 policiais.

Por: Álvaro Silva
Fonte: http://historia.abril.com.br

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Espectadora Xinga Pastor da Record Ao Vivo por Telefone
10 de Março/Quinta Feira

Uma espectadora, tão logo entrou no ar, ao vivo, resolveu criticar a programação da Record e soltou um xingamento. Constrangido, o pastor disse que anotaria o nome dela para fazer uma oração.

Volta e meia as atrações que se arriscam a colocar espectadores ao vivo por telefone enfrentam algum imprevisto. Na madrugada de sexta (11) para sábado (12) desta semana foi a vez de um pastor, que apresentava um dos programas religiosos da Igreja Universal do Reino de Deus, ouvir o que não devia.



Fonte:http://www.ogalileo.com.br

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Ana Paula Valadão se Encontra com Padre Fábio de Melo

09 de Março/Quarta Feira

Nos corredores do programa “Direito de Viver”, que tem como propósito arrecadar fundos para o Hospital do Câncer de Barretos, um encontro entre as maiores referências cristãs no Brasil aconteceu: Ana Paula Valadão se encontrou com o Pe. Fábio de Melo, que também iria participar do evento que se realizou em 2010.

“Não devemos prestar atenção nas nossas diferenças, mas sim naquilo que nos une” Disse o Pe. Fábio.

Na ocasião, foram divulgados por ambos apenas fotos do encontro, mas agora o Diante do Trono divulgou através do programa ‘Nos Bastidores Com o DT’ o vídeo completo do encontro.




Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Salário de 545
01 de Março/Terça Feira

Eu tomo um remédio para controlar a pressão.
Cada dia que vou comprar o dito cujo, o preço aumenta.
Controlar a pressão é mole. Quero ver é controlar o preção.
Tô sofrendo de preção alto,
O médico mandou cortar o sal.
Comecei cortando o médico, já que a consulta era salgada demais.
Para piorar, acho que tô ficando meio esquizofrênico. Sério!
Não sei mais o que é real.
Principalmente, quando abro a carteira ou pego extrato no banco.
Não tem mais um Real.
Sem falar na minha esclerose precoce. Comecei a esquecer as coisas:
Sabe aquele carro? Esquece!
Aquela viagem? Esquece!
Tudo o que o barbudo prometeu? Esquece!
Podem dizer que sou hipocondríaco, mas acho que tô igual ao meu time:
- nas últimas.

Fonte: http://jasielbotelho.blogspot.com

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
A origem do semáforo: Sinal de trânsito
28 de Fevereiro/Segunda Feira

Atire a primeira pedra no sinal de trânsito – ou no farol, ou semáforo, ou sinaleira, dependendo de que parte do país você está – quem nunca olhou para aquela luz vermelha acesa no cruzamento e, com raiva por causa da pressa, ficou imaginando quem foi o responsável por atrasar sua vida. Só que o semáforo passou a ser mais do que necessário para orientar o caos que se tornava o trânsito nas cidades européias e americanas na virada do século 20.

Com o crescimento populacional e a modernização de vias no início do século passado, as cidades começaram a fervilhar. As ruas passaram a ser indicadores de progresso. Por isso, algumas chegavam a ter até 100 metros de largura. Muitas pessoas já podiam ter um carro motorizado, principalmente depois do surgimento do modelo Ford T. Só nos Estados Unidos, a frota de veículos saltou de 8 mil, em 1900, para 2,5 milhões, em 1908. Nas ruas americanas e de cidades como Londres, na Inglaterra, carros se misturavam a carruagens, bicicletas e, claro, pedestres, que passaram a sofrer cada vez mais. Não foi à toa que logo começaram a surgir várias tentativas de controlar o trânsito.

O primeiro semáforo de que se tem notícia data de 1868. Foi instalado em Londres com luzes a gás para ser visto à noite. Ele tinha dois braços, movimentados por policiais: quando estavam na horizontal, indicavam que os veículos parassem; em 45 graus, eles deveriam seguir. Durou menos de um mês porque explodiu, ferindo o policial que o manejava.

Pouco depois, em Berlim, na Alemanha, foram construídas torres no meio de cruzamentos com cabines onde policiais ficavam sentados trocando as luzes o dia todo. Esse tipo de torre, que sofreu variações ao longo das décadas, foi bastante usada em Nova York a partir de 1916. Desde 1912, sucessivas invenções ganharam notoriedade nos Estados Unidos, onde foram criados os princípios usados até hoje. O sinal de três cores e próprio para o cruzamento de vias foi inventado e instalado pelo policial William Potts, em 1920, em Detroit.

por Fred Linardi

Fonte:http://historia.abril.com.br

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Cantor pop Justin Bieber agora é evangelista discreto
25 de Fevereiro/Sexta Feira

Com uma voz suave, um penteado de cabelos que é sua assinatura e uma seqüência de hits, o cantor canadense Justin Bieber acumulou milhões de fãs, e no ano passado vendeu 3,7 milhão de álbuns nos Estados Unidos. Agora os agentes de Bieber estão apresentando o outro lado da sensação pop de 16 anos de idade: ícone cristão para o conjunto de interpolação.

Bieber exibe sua fé no novo filme/documentário/show em 3-D "Justin Bieber: Never Say Never", que chegou aos cinemas nos EUA no início de fevereiro.

A Paramount Pictures já exibiu o filme para os líderes religiosos de todo o país e distribuídos guias de discussão espiritual, as mesmas ferramentas utilizadas para promover "The Passion of the Christ and The Blind Side", como um familiar.

"As pessoas sairão [do filme] sabendo que a fé é muito importante para ele", disse Scooter Braun, gerente de Bieber e um dos produtores do filme. "Como cristão, ele é alguém para olhar para cima.... Quando [fãs] estão recebendo a pessoa de verdade é quando eles podem se conectar a essa pessoa."

Bieber nunca se esquivou de fé. Ele cantava músicas cristãs no YouTube antes de se tornar famoso. Pattie Mallette, sua mãe renascida cristã, falou sobre sua conversão espiritual em um programa de TV cristã e abertamente compartilha suas crenças e versículos da Bíblia com seus mais de 281 mil seguidores, do Twitter.

Bieber, vindo de lugar nenhum numa escalada para se tornar o quarto lugar na lista de artistas que mais venderam em 2010 deu maior visibilidade às suas crenças cristãs, que também aparece na sua autobiografia, publicada no ano passado, First Step 2 Forever: My Story. "Eu acredito que Jesus morreu numa cruz por meus pecados", disse Bieber para a Billboard em novembro passado. "Ele é a razão pela qual estou aqui."

Em seu single de Novembro, "Pray", um afastamento da sua obra tipicamente pop, Bieber canta: "Eu fecho meus olhos e oro / eu fecho meus olhos e eu posso ver um dia melhor." O vídeo da música, visto mais de 21 milhões de vezes no YouTube, termina com a mensagem escrita: "Deus fala no silêncio

do coração. Ouvir é o começo da oração. "

No novo filme 3-D, os fãs vão ver Bieber expressando sua fé; várias cenas mostram Bieber rezar antes dos concertos, e Mallette discute como Deus trouxe estabilidade à sua vida como uma mãe adolescente único.

O Guia de recursos espirituais da Paramount sugere que o filme "oferece uma oportunidade para ensinar nossas crianças sobre o poder da esperança, da oração, da fé e da família". Enumera pontos de discussão e versículos bíblicos relacionados ao filme, como "o poder da oração" e "a importância das amizades de Deus".

David Tai, um dos pastores da Assembléia Cristã da Suburban Chicago em Carol Stream, Illinois, disse depois de uma sessão recente que, enquanto a mensagem de fé do filme é sutil, ele pode usar o filme em discussões como uma ilustração para mostrar "como autoridade e responsabilidade andam de mãos dadas."

Diane Winston, uma estudiosa em mídia e religião na Universidade do Sul da Califórnia, diz que é "perfeitamente natural" para a Paramount divulgar o filme para os líderes espirituais. "Muitos [cristãos] podem não saber que Justin Bieber é um deles", disse ela. Esta campanha faz lembrar que o filme "é um produto saudável que pode se levar uma criança para assistir."

Também não é incomum para estrelas da música pop adolescente usar "a linguagem da fé para ampliar sua audiência e projetar uma imagem de pop limpo," Winston disse, citando Miley Cyrus e os Jonas Brothers como exemplos. "Para as jovens estrelas, em particular naqueles obscuros anos da adolescência, é uma forma rápida e confiável para mostrar aos pais que não vão estar oferecendo uma mensagem de sexo explícito", disse Winston.

Enquanto Braun, gerente do adolescente, disse que o filme pode trazer a Bieber mais fãs cristãos, ele descartou a idéia de que a fé de Bieber está sendo usada como ferramenta de marketing. "Há algumas estrelas que falam a sua fé, porque eles estão tentando fazer divulgação para esse público, e há outros que compartilham esse lado da sua vida porque é isso que eles são", disse Braun, "e eu acho que Justin apenas mostra quem é. Quando há 20.000 pessoas gritando seu nome noite após noite após noite, se não há nenhum sentimento de fé, se não há um sentido de algo maior que si mesmo, você pode se perder. "

Braun, que é judeu, disse que ele incentiva a fé de Bieber porque "eu acho que é muito importante." Ele disse que os dois regularmente oram o Shemá, a oração central do Judaísmo, antes do início de cada concerto.

Winston disse que um revés potencial em Bieber promover seu cristianismo é que ele pode ficar preso a um padrão moral mais elevado; a imagem integral de Cyrus, por exemplo, levou uma surra após um episódio de pole dancing em um show de premiação em 2009.

Braun, porém, não está preocupado. "Existirão erros que eu tenho certeza de que [ele] fará como um homem jovem, como todos nós cometemos", disse Braun. "Mas no geral ele tem um coração muito bom e ele é um garoto muito inteligente.... Para ele, trata-se de viver a sua vida para ser o melhor exemplo que pode ser para os outros."

==

por Levy Piet
Fonte: http://www.ogalileo.com.br/

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
'Hannah Montana' destruiu família Cyrus, diz pai de atriz
23 de Fevereiro/Quarta Feira

O pai da estrela adolescente Miley Cyrus disse que o programa de TV Hannah Montana, que fez de sua filha um ídolo mundial, na verdade destruiu sua família e fez com que a garota saísse de controle.

O cantor country Billy Ray Cyrus afirmou temer por Miley, de 18 anos, após uma série de escândalos, inclusive um vídeo do ano passado em que ela aparecia alterada depois de fumar sálvia. Ele preferia que Miley nunca tivesse encarnado a personagem Hannah Montana.

"Esse maldito programa destruiu a minha família", disse Cyrus à edição de março da revista GQ. "Eu voltaria atrás em um segundo. Para que minha família estivesse aqui e todo mundo estivesse bem, seguro, são, feliz e normal, seria fantástico. Droga, é mesmo. Eu apagaria tudo isso em um segundo se pudesse."

Cyrus, de 49 anos, interpretava o pai da menina no programa da Disney, sobre uma adolescente normal que à noite se tornava uma estrela da música. O programa foi lançado em 2006 e ficou quatro temporadas no ar, até janeiro de 2011.

Em outubro do ano passado, Cyrus pediu o divórcio da sua mulher, Tish, com quem passou 17 anos casado.

Ele comparou a atual situação da sua filha a celebridades como Kurt Cobain, Anna Nicole Smith e Michael Jackson, todos eles mortos em circunstâncias trágicas.

"Estou assustado por ela", disse Cyrus. "Ela tem ao seu redor muita gente colocando-a em bastante perigo. Sei que ela tem 18 anos, mas ainda sinto, como seu pai, que eu gostaria de tentar ajudá-la. Cuidar dela só um pouquinho, pelo menos para tirá-la do perigo."

"Eu quero que ela fique abrigada da tempestade. Pare a insanidade por um minuto. Quando você passa pelo que ela passou, isso lhe dá umas porradas."

==

(Reportagem de Jill Serjeant) para a Reuters

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
A origem do bolo de aniversário
21 de Fevereiro/Segunda Feira

Celebrar uma data importante com direito a guloseimas tem sua provável origem nas festas de culto aos deuses da Antiguidade. Agradeça à deusa Ártemis, celebrada pelos gregos como a matrona da fertilidade, pelo aparecimento do bolo de aniversário. Ele é provavelmente a evolução de um preparado de mel e pão, no formato de uma lua, que fiéis levavam ao famoso templo em homenagem a ela em Éfeso, antiga colônia grega na atual Turquia.

Há especialistas que defendem outra teoria. Segundo ela, a tradição surgiu na Alemanha medieval, onde se costumava preparar uma massa de pão doce no formato do menino Jesus no Natal. Depois essa guloseima seria adaptada para a comemoração do aniversário de crianças.

Já o uso de velas também teria sido herdado do culto aos deuses antigos, que tinham a missão de levar, por meio da fumaça, os desejos e as preces dos fiéis até o céu, para que eles fossem atendidos.

Mas e as festas de aniversário? Até hoje, não se sabe a data exata de quando os nascimentos começaram a ser celebrados. Ainda nos dias atuais, a comemoração é um costume ocidental nem sempre seguido por outros povos. No Vietnã, por exemplo, os aniversários não são comemorados individualmente no dia do nascimento – e sim coletivamente, no ano-novo vietnamita, que segue o calendário lunar e acontece, em geral, entre os nossos 21 de janeiro e 9 de fevereiro.

Embora não saibam exatamente quando a tradição surgiu no Ocidente, os historiadores sabem que a festa já era conhecida na Antiguidade. “Os romanos não apenas comemoravam o dia do nascimento como tinham um nome para a festa: dies sollemnis natalis”, diz o historiador Pedro Paulo Funari, da Universidade Estadual de Campinas. “Há, por exemplo, um registro do século 2 em que uma cidadã chamada Cláudia Severa convida sua amiga Sulpícia Lepidina para a comemoração”, diz.

Outra tese que reforça a idéia de que foram os romanos os difusores dessa tradição é a existência de túmulos que registram com precisão o número de anos, meses e dias no sarcófago – o que indica que eles sabiam o dia exato do nascimento do sujeito. “Eles também comemoravam outros aniversários, como o da fundação de Roma, em 21 de abril”, diz Funari.

por Rodrigo Cavalcante

Fonte: http://historia.abril.com.br

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Quarto Sujo
19 de Fevereiro/Sábado

Ref: Lucas 19. 1-9.

E, tendo Jesus entrado em Jericó, ia passando. E eis que havia ali um homem chamado Zaqueu; e era este um chefe dos publicanos, e era rico. E procurava ver quem era Jesus, e não podia, por causa da multidão, pois era de pequena estatura. E, correndo adiante, subiu a um sicômoro bravo para o ver; porque havia de passar por ali. E quando Jesus chegou àquele lugar, olhando para cima, viu-o e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, porque hoje me convém pousar em tua casa. E, apressando-se, desceu, e recebeu-o alegremente. E, vendo todos isto, murmuravam, dizendo que entrara para ser hóspede de um homem pecador. E, levantando-se Zaqueu, disse ao Senhor: Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado. E disse-lhe Jesus: Hoje veio a salvação a esta casa, pois também este é filho de Abraão.

Assim como nos dias atuais, na época de Zaqueu, alguns fiscais tinham o costume de cobrar propina, obter agrados em troca de solução de problemas, etc. Eles tinham má fama, eram corruptos e possuíam boa situação financeira. Entretanto aquele homem que vivia uma vida errada quis conhecer Jesus.

Zaqueu era um homem rico, mas tinha problemas e para ver o Mestre, buscou uma solução. Ele teve a humildade de subir numa árvore, para vê-lo. O Superintendente da Receita subiu numa árvore, desceu de sua ‘majestade’ para ver Jesus.

A Palavra de Deus diz que é mais fácil, um camelo passar por uma agulha do que um rico entrar no reino dos céus. O rico pode ser salvo, mas precisa deixar a sua arrogância.

Nesse episódio, inicia-se o relacionamento de Zaqueu com Jesus e por pousar na casa de Zaqueu, Jesus pagou pela crítica dos fariseus. “ Imagine, o Mestre na casa de um ladrão?”

Os corruptos não encontram-se apenas nos altos cargos do governo ou nas diretorias das grandes empresas... Quando você é mandando embora de um emprego e entra em outro não permitindo que assinem sua carteira para continuar recebendo o seguro desemprego, você está roubando. Está sendo corrupto. Quando deixa de dar o troco de R$0,20 do pão, está roubando.

Não importa se furtou pouco ou muito, o tíitulo que se dá é o mesmo - ladrão. Da mesma forma o cristão autêntico, seja qual for a situação que estiver passando, ele continua sendo cristão.

A bênção na vida de Zaqueu, iniciou-se a partir do momento em que ele assumiu que precisava de Jesus. O reino de Deus não trabalha com agente secreto. Zaqueu foi ousado, ele sabia o que queria e não se atemorizou.

Após Jesus pousar em sua casa, Zaqueu poderia ter continuado o mesmo corrupto e ladrão, porque é possível que Jesus entre em nossa vida e as coisas continuem como estão, mas Zaqueu tomou a atitude de querer mudar, porque Cristo não somente pousou em sua casa, mas transformou sua vida.

Você já permitiu que Cristo transforme seus relacionamentos, sua vida financeira, seu trabalho? Zaqueu permitiu-se ser transformado. Como se deu essa transformação?

“E, levantando-se Zaqueu, disse ao Senhor: Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado.”

O problema de Zaqueu era a corrupção, e ele conseguiu deixar Jesus entrar nisso. Ele demonstrou através da sua atitude que algo muito especial estava acontecendo em seu interior. Ele permitiu que Cristo entrasse no ‘quarto’ mais podre de sua vida.

Qual é o quarto mais sujo da sua vida? Deixe Jesus entrar e transformá-lo.

Tenho tentando deixar Deus entrar em todos os quartos da minha vida. Sei que muitas pessoas nunca deixaram o Senhor, entrar em alguns quartos de suas vidas e por isso não são completas, porque há algo de muito sujo as impedindo de romper em Cristo.

Permita Jesus entrar nos quartos da sua vida e isso inclui as divergências com os vizinhos, os atritos com aqueles que você não se dá bem, etc. Jesus entregou tudo por nós na cruz do calvário, temos que entregar tudo a Ele, inclusive os ‘quartos sujos’ que ninguém tem acesso.

Que Deus abençoe sua vida!

Dr. William Douglas

Juiz Federal e Pastor na Igreja Batista Getsêmani

www.williamdouglas.com.br

==

Mensagem ministrada no Culto Pastoral em 30/01.

Edição: Renata G. Santana

Comunicação Getsêmani

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Ex-atriz pornô dá uma mensagem para os homens:
17 de Fevereiro/Terça Feira

parem de ver pornografia ou vocês destruirão suas vidas.
Jennifer Case deixou a indústria do sexo três anos atrás pela graça de Deus, diz ela, e a mensagem dela para os homens é muito clara: “Há uma pessoa real do outro lado das imagens que você está vendo, e você está destruindo a vida dela e a vida dos filhos dela”.

Numa entrevista para “The Porn Effect” (O Efeito Pornô), Case testifica de sua própria experiência pessoal acerca dos malefícios que a indústria pornográfica provoca nas mulheres envolvidas. Ela diz que ficou traumatizada, oprimida e abusada, e ficou viciada em drogas e precisava de dinheiro da pornografia para continuar tendo condições de comprá-las. Fisicamente ela tinha de lidar com doenças sexualmente transmissíveis: “Tive tantas infecções diferentes o tempo inteiro. Deixei Hollywood porque fiquei muito doente de clamídia. Meu abdome doía tanto que tive de voltar para casa”, disse ela.

A indústria pornográfica é alimentada pelos seus consumidores — eles e seu dinheiro impulsionam o destrutivo negócio — e daí dá para se atribuir os danos feitos a essas mulheres aos consumidores bem como produtores. Contudo, a ex-atriz pornô não guarda amargura contra os homens pela vida passada dela. Ela possui um discernimento profundo da natureza viciadora da pornografia e diz que compreende que só com a ajuda de Deus os homens conseguem sair do vício, assim como foi com a ajuda de Deus que ela deixou essa indústria.

“Homens, Deus ama vocês! Eu amo vocês também e sempre orarei por todos vocês, para que as cadeias sejam quebradas”, diz ela. “Você é escravo da pornografia tanto quanto qualquer atriz pornô. Se você está vendo pornografia ou está viciado à pornografia, você está tentando encher um vazio dentro de você que só Deus pode preencher. Toda vez que você olha pornografia, você está aumentando o vazio, e você destruirá sua vida”.

Ela diz que a pornografia é “maligna” e “é uma droga, veneno e mentira”.

“Se você pensa que poderá guardá-la no escuro, Deus a tirará para fora, para a luz, para deter você e curar você”.

Num apelo muito franco, Case concluiu a entrevista dizendo: “Essas mulheres são preciosas e merecem ser amadas exatamente como vocês merecem. Há uma pessoa real do outro lado das imagens que você está vendo, e você está destruindo a vida dela e a vida dos filhos dela. Em toda pornografia existe a filha de alguém. E se fosse a sua filhinha? Você pode realmente estar ajudando na morte de alguém! Atores e atrizes pornôs morrem o tempo todo de AIDS, overdoses de drogas, suicídios, etc. Por favor, parem de olhar pornografia”.


Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Infidelidade Sexual, Você Perdoaria?
16 de Fevereiro/Quarta Feira

De acordo com o Centers for Disease Control, mais de 3 milhões de mulheres (nos EUA) são ou foram em determinado momento, esposas ou namoradas de homens que secretamente tiveram relações sexuais com outros homens.

O New York Times relata que 20% dos homens gays da América do Norte tem casamentos heterossexuais e que pelo menos 50% dos homens gays na América tem filhos - uma indicação de que muitos gays e homens bissexuais têm vida sexual ativa com suas esposas.

Traição sexual é difícil. Nos casos de casamento, ela não afeta apenas o cônjuge, mas sim família inteira. Existe perdão para alguém que tenha sido sexualmente infiel em um relacionamento? Leia um trecho da história verídica de uma mulher que estando casada, chegou ao fundo do poço. Você poderia perdoar a quem lhe causou tanta dor? A história de Ingrid Michelle fará com que você pense ...

A vida depois do Fundo do Poço: História Verídica de Uma Mulher

POR MICHELLE INGRID

"Alguns dizem que eles deveriam te-lo matado. Outros declararam que teria enlouquecido. A maioria permaneceu em silêncio, observando com ansiedade conforme os detalhes iam sendo desdobrados, sem certeza de que lado da cerca ficar.

Após quase 12 anos de casamento, descobri que meu marido, um jovem pastor, professor, diretor de escola, mentor e pai, vivia uma vida dupla como homossexual e era acusado de molestar crianças.

Quando a dormência passou, a dor chegou em conjunto com suas companheiras de viagem depressão, raiva e ressentimento. Mas eu decidi pegar os pedaços da minha vida e começar de novo.

Foi duro. Eu nunca tinha imaginado a vida como mãe solteira, especialmente com uma criança com necessidades especiais. Não fora isso que eu me inscrevi - especialmente depois de ter atravessado o processo de adoção para conseguir o nosso filho. Foi obviamente uma estrada que o Senhor sabia que eu seria capaz de atravessar bem - sozinha.

Eu não era ignorante ao espírito ruim e à destruição que havia por trás de tudo. Eu estava bem consciente de que a situação que me acontecia tinha se tornado uma pandemia em nossa sociedade, mas eu estava alheia ao fato de que ela agora estava sorrindo na minha cara e dormindo na minha cama.

Apenas alguns meses antes da minha descoberta pessoal, uma amiga próxima morrera após ter sido infectada com AIDS por seu namorado. Portanto, era evidente que só as mulheres que tinham sido inesperadamente introduzidas em tal irmandade sórdida conseguiam entender o caminho para a cura. Eu estava entre os mais novos membros.

Eu comparei a perda do meu aparentemente "juntos-para-sempre" casamento a uma morte prematura. A devastação manifestou-se em todas as áreas imagináveis: espirituais, emocionais, físicas, financeiras e psicológicas. Embora eu nunca tenha questionado a Deus, eu me culpei por ser incapaz de ver o trem chegando antes do descarrilamento. Meu único recurso era tomar as rédeas de tudo, literalmente, a fim de prosseguir a minha paz (Sl 34:14). Enquanto escrevia "Vida após a Queda", minha memória pessoal, eu era capaz de me identificar em cada capítulo, com as "fases de tristeza." A cada golpe de caneta, eu estrategicamente rompia as paredes de desespero, eventualmente batendo no nada que sobrava, camada por camada.

O desejo do diabo foi para matar, roubar e destruir a minha vida e ele usou um homem que dizia amar o Senhor e a mim. Mas Jesus claramente veio para que eu pudesse viver – ainda mais abundantemente (João 10:10).

Cada dia é um novo dia para o meu filho e eu. Deus tem se mostrado fiel em devolver tudo o que foi roubado de nós. Já me esqueci? NÃO! Perdoei! SIM!"

Depois da dor Ingrid perseguiu a paz (Salmo 34:14).

E quanto a você! Realisticamente, como você responderia a essa situação? Você poderia perdoar a outra pessoa ou você optaria por apenas seguir em frente com sua vida?


Fonte: Gospel Today / O Galileo
Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Cristina Mortagua, dá piti bate em delegada e acaba presa!
11 de Fevereiro/Sexta Feira

Em 1998 Cristina Mortagua entregou sua vida a Jesus numa igreja da Sara Nossa Terra. Na época, já se falava que era mais um caso de crente oba-oba. Era um tempo em que “ex-modelo de revista masculina virando crente” ainda dava notícia em veículo de expressão nacional. Os flashs não duraram muito e passados alguns meses, Mortagua voltou para o esquecimento midiático.

Cristina Mortagua viveu em ritmo de montanha russa desde o final dos anos 80. Dona de uma beleza celebrada, mas de potencial limitado às fotos para revistas masculinas, bebidas e biquínis, Mortagua deveria saber que assim como os atletas de futebol, com quem tanto se envolveu amorosamente, sua carreira tinha prazo de validade curto.

Cristina fez muitos trabalhos de expressão, deve ter ganhado muito dinheiro, mas como veio declarar nos testemunhos de sua conversão: “gastei muito, fui roubada por empresários, me meti com droga, curti muito, etc...”.

Como crente, Cristina logo descobriu que a indústria de testemunhos exigia lá algum preparo e a moça tinha que viver. Vai dai, que em 99, quando a Playboy andou fotografando novamente modelos de 10 anos passados, Cristina anunciou que iria posar nua novamente, para desespero do pastor, risos.

No ano 2000, numa daquelas matérias que em nada refletem a realidade dos evangélicos, mas que pega um subconjunto mínimo para extrair verdades gerais, Mortagua foi uma das figuras a protagonizar a matéria: “Tolerante na área dos costumes, igreja evangélica atrai ricos e famosos (Veja - 4/10/2000)”. E desde então Cristina seguiu se dizendo evangélica, quando lhe era conveniente.

Em outras ocasiões, contudo, o discurso era: "Não sou carola. Ninguém no mundo me dita regras ou controla o que eu faço. Se um dia tiver vontade de tirar a roupa outra vez, vou tirar." (O Estado de S.Paulo - 26/1/2003). No fim de 2003, novo casamento com o jogador Djair e a moça só sossegou por um tempo. A cerimônia foi evangélica!

Segundo um dos seus pastores na Sara Nossa Terra Barra (em comentário a esta outra matéria aqui no Genizah ), Mortagua não aceitava orientação pastoral, pouco ia a igreja e, quando confrontada por certas atitudes acabou sumindo da comunidade, mas para mídia, seguia se dizendo evangélica.

Ano passado, novamente separada, a modelo faz um ensaio sensual com seu filho (14 anos na época) e lhe aplica um beijo na boca pra lá de demorado e libidinoso.

Obviamente, com um escândalo envolvendo sexo, pedofilia e incesto ao vivo e a cores, Cristina conseguiu o que queria: APARECER e sorver um pouco daquilo que ela se viciou, a fama. Infelizmente, os holofotes logo se apagaram e o que era esperado (trabalhos, shows, etc.) não foi consumado. Quem iria querer associar-se a um absurdo destes?

O que Cristina conseguiu foi processos do pai, do ministérios público e as páginas policiais. Passado um ano, a sua figura é de dar pena. Foi embora o resto de viço de seu rosto. Claramente, na ausência de seu vício principal, Cristina se entregou a outros vícios. Quando Mortagua entregou a sua vida a Cristo, ela vivia o primeiro vale da sua vida pessoal e profissional. O caminho a sua frente era de um recomeço, agora com o Pai. Não sei o que lhe era reservado, mas certamente, a montanha adiante dela não era a mesma que a levou ali. Não seriam ensaios sensuais, filmes eróticos e coisas assim que o Pai pretendia para a sua vida.

Ver Cristina beijando sua criança daquela forma e depois olha-la desfigurada, fazendo acusações a seu filho (não importa se são verdadeiras ou não, uma mãe sempre será a última a lançar o nome de seu filho na sarjeta.) é triste demais.

Eu lembro que quando deu Ministério Público na questão do beijo do seu filho, Cristina foi TV e disse que o povo falava demais (em especial os crentes) e que tinham inveja do relacionamento aberto que ela tinha com o filho. Eu pensei: Será que alguém acredita nisto mesmo? Neste pretenso relacionamento afetivo perfeito? Ou será que desde Noé, sabemos que certos limites para o relacionamento entre pais e filhos jamais devem ser ultrapassados?

Não sinto prazer algum em ver como a distancia de Jesus leva uma pessoa a deterioração a passos largos. Um caminhar às trevas. Drogada, segundo o próprio filho (e o rosto dela que não o deixa mentir). A tristeza de ver seu filho se declarando gay... Do ponto de vista psicológico, poderia se esperar outra coisa de um menino que era “violentado” pela mãe daquele jeito? Neste momento, a liberal agride o filho que sai do armário... Imagina se ela fosse conservadora, ou carola como ela chamava os crentes tradicionais. Neste, caso iria acolher seu filho com respeito, claro!

Cristina, sob efeito das drogas fala pornografia para o filho e o agride por ele não ser o garanhão que se esperaria do fruto do amor de um jogador de futebol truculento e a modelo mais marrenta da Playboy. O menino foge com a empregada para a delegacia com medo da mãe. Leva as suas drogas e presta queixa.

Mortagua vai a delegacia querendo dar um corretivo no garoto, ao chegar ao local 16ª DP (Barra da Tijuca) e ser abordada pela delegada, a ex-modelo deu um piti. Tentou se jogar na frente de carros que passavam na rua, faz drama e retornar ao interior da delegacia para agredir a delegada de plantão com um chute entre as pernas.

A ex-modelo chegou a ser transferida para a Polinter, após se recusar a pagar a fiança, mas na quarta-feira ela foi solta pela Justiça. Durante a transferência, ao ver câmeras de TV declarou que o filho é gay e viciado em crack. Já o garoto, relatou que a mãe é bipolar e que o agrediu durante um surto. O jovem fez exame toxicológico e nega usar drogas. “Sou gay. Ela não tem preconceito, mas esperava que eu me casasse e tivesse filhos. Ela joga isso na cara nas crises. Quando está normal, não fala nada”, disse. “Quando disse a ela que era gay ela ficou tranqüila, não tocou no assunto por um bom tempo. Nunca apresentei namorado a ela”, declarou. Já para o pai Edmundo, Alexandre não disse nada: “Já me disseram que ele sabe. É difícil eu me encontrar com ele”.

Estão ai estas vidas. Estão ai os seus valores. Está ai a ausência de AMOR. Não é preciso comentar mais nada. Oremos por eles todos.

Leia Mais em: http://www.genizahvirtual.com
Fonte:www.genizahvirtual.com

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Neuza Itioka prevê a volta de Cristo!
09 de Fevereiro/Quarta Feira




Fonte:http://jasielbotelho.blogspot.com

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
A favelinha do céu
08 de Fevereiro/Terça Feira

Trecho de pregação (?) da Sarah Sheeva na PIV Guarulhos – SP:


“Vocês sabiam que o céu não é como falam? Você sabia que o lugar que você morará no céu depende da sua santidade aqui?

Tá, quer um exemplo? Minha filha, teve a chance de conhecer o evangelho mais cedo que eu, que só encontrei Jesus depois de adulta. Com certeza ela morará mais perto de Jesus que eu!

Isso mesmo! Eu tive uma vida de artista, cheio da podridão da fama, freqüentei várias religiões, decepcionei muito Deus ao longo da minha história, mas ela não: Cresceu ouvindo o evangelho, eu paguei e ela foi matriculada e seus estudos são numa escola evangélica, onde os professores anexam os ensinamentos de Deus aos ensinamentos normais. E mesmo lá, é radical, não quer namorar nem ficar de gracinha com nenhum menino.

Além disso, vive do meu lado e convive com pessoas como minha pastora, Ludmila Ferber. Ela procura viver uma vida integra.

Como vive assim, morará num lugar melhor que eu. Mas minha meta é ser santa para conseguir um lugar ótimo nas ruas de Deus.

O que você prefere? Morar no condomínio fechado ou na favelinha do céu? Dê seu dizimo, não namore – compromisse (na visão dos 12 no Brasil, compromissar é o relacionamento a dois, mas sem toques), honre seu pastor, seu apóstolo, porque a favelinha do céu é melhor que o hotel cinco estrelas do inferno!”


Este pessoal do G12 (MIR12, etc.) está escrevendo uma "briba" própria, definitivamente! E este capítulo ai do IPTU celestial é um primor. É bonitinho, mas é doutrinazinha para criança dormir. Bíblia ZERO!

É mais um exemplo do farisianismo, da doutrina deturpada dos discípulos do Terra Nova.

Eu conheci Sarah Sheeva, batemos um papo na EXPOCRISTÃ e gostei dela, mas lamento ouvir tanta bobagem de sua parte, mesmo que a intenção tenha sido boa.

Culpa destes líderes do G12 que parece que jogaram a Bíblia fora e a trocaram por um saco de biscoitos da sorte e um livro de treinamento da Amway!

Imaginem esta gente vendo Jesus assentado com prostitutas e publicanos, dizendo: Mestre, o Senhor não pode comer com esta gente!

- Tanto mais morar perto deles, quando convertidos tais irmãos de passado terrível, estivessem no Céu! Os caras iriam querer despejar Jesus!
Danilo do Genizah

Fonte:http://www.genizahvirtual.com/

Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Esconde-Esconde dos Sentimentos
06 de Fevereiro/Domingo

Certa vez os sentimentos e as qualidades dos homens estavam à tôa a um bom tempo. O ABORRECIMENTO já havia reclamado pela terceira vez que não agüentava mais ficar parado, então eis que a LOUCURA propôs-lhes uma brincadeira: - "Vamos brincar de esconde-esconde?"

A INTRIGA levantou a sobrancelha intrigada e a CURIOSIDADE, sem poder conter-se, perguntou-lhe: - "Como é que se brinca disso?"

- É um jogo, explicou a LOUCURA, eu que fecho os olhos e começo a contar de um a um milhão, enquanto vocês se escondem, e quando eu tiver terminado de contar, o primeiro que eu encontrar vai ocupar meu lugar para continuar o jogo.

A idéia foi tão bem aceita pelo ENTUSIASMO que ele dançou com a EUFORIA. A ALEGRIA deu tantos saltos que acabou convencendo a DÚVIDA e a APATIA a participarem.

Mas nem todos quiseram brincar. A VERDADE preferiu não se esconder: - Não adianta eu me esconder, pois no final todos me encontram, justificou-se. A SOBERBA opinou que era um jogo muito bobo (lá no fundo o que a incomodava era somente o fato do jogo não ter sido idéia dela). A COVARDIA, como sempre, preferiu não se arriscar.

- Um, dois, três, quatro, cinco.., começou a LOUCURA. A primeira a se esconder foi a PRESSA que, como sempre, tropeçou na primeira pedra que encontrou no caminho e caiu. A FÉ subiu ao céu e a INVEJA se escondeu atrás da sombra do TRIUNFO que, com o seu esforço, havia conseguido subir na copa da mais alta árvore.

A GENEROSIDADE quase que não conseguiu se esconder, pois cada lugar que encontrava lhe parecia maravilhoso para algum de seus amigos: Indicou o lago cristalino para a BELEZA, a copa de uma boa árvore para a TIMIDEZ, o vento para a LIBERDADE, e assim por diante. Acabou se escondendo num pequeno raio de sol.

O EGOÍSMO, ao contrário, encontrou uma caverna muito boa, mas fez questão de ficar sozinho. A MENTIRA se escondeu no fundo do oceano (alguns dizem que ela se escondeu atrás do arco-íris). O DESEJO se escondeu na boca de um vulcão. O ESQUECIMENTO, bem, não me recordo onde ele se escondeu.

Quando a LOUCURA estava chegando ao fim, no número 999.999, a PAIXÃO ainda não tinha encontrado um local para se esconder, pois todos já tinham ocupado os melhores lugares, até que encontrou um roseiral, e carinhosamente se escondeu entre as suas rosas.

- Um milhão, gritou a LOUCURA, lá vou eu! A primeira a ser encontrada foi a PRESSA, que tinha caído mais umas 20 vezes. O segundo a ser encontrado foi o EGOÍSMO, pois sua caverna era, de fato, um gigantesco ninho de vespas que picou-o repetida vezes e ele teve que se revelar correndo.

Depois, escutou-se a FÉ, que não conseguia ficar quieta perto de Deus. Sentiu-se o vibrar do DESEJO na boca do vulcão, viu-se o TRIUNFO (pois é difícil escondê-lo por muito tempo) e, logo atrás dele, a INVEJA.

Cansada e com sede, a LOUCURA parou para tomar um gole de água e encontrou a BELEZA olhando-se no lago. A DÚVIDA, coitada, foi encontrada em cima de uma cerca sem se decidir de que lado devia se esconder.

E assim foram se encontrando os demais: O TALENTO entre as ervas frescas, a ANGÚSTIA numa cova escura, a MENTIRA atrás do arco-íris, mas alguns dizem que foi mesmo no fundo do oceano. O ESQUECIMENTO não foi encontrado.

A única que ainda não havia sido encontrada era a PAIXÃO, que estava bem quietinha no seu esconderijo, esperando a hora certa para mostrar a cara. Completamente contrariada, a LOUCURA teve um acesso de si mesma e começou a vasculhar tudo com uma vara dura e seca, cutucando e batendo com força e violência em tudo à sua frente.

Ao agredir o roseiral, feriu gravemente os olhos da PAIXÃO. Quando escutou aquele horrível grito de dor, logo percebeu a gravidade do seu ato. Pediu desculpas, perdão, chorou, rezou, implorou... mas o mal já estava feito. Sua única alternativa foi comprometer-se a ficar eternamente ao seu lado ajudá-la no que fosse preciso.


Desde então é que se diz que a PAIXÃO é cega e a LOUCURA é a sua companheira!


Porque esta é a vontade de Deus,
a vossa santificação;
que vos abstenhais da prostituição;
que cada um de vós saiba possuir
o seu vaso em santificação e honra;
não na paixão da concupiscência,
como os gentios, que não conhecem a Deus.

I Ts 4.3-5


Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Vitor Belfort, Lutador do UFC, Encontra Deus pela Dor
04 de Fevereiro/Sexta Feira

O lutador do UFC (Ultimate Fighting Championship) Vitor Belfort compartilhou em um novo vídeo da I Am Second que não foi dor física, mas o trauma emocional que o ajudou a encontrar Deus

Belfort, lutador de M.M.A (Mixed Martial Arts) nascido no Brasil tem uma luta agendada contra Anderson Silva, atual titular do cinturão de peso médio da UFC para 5 de fevereiro, relembrou o ano em que sua vida mudou para sempre no vídeo do ministério I Am Second.

O campeão do UFC compartilhada que ele não se converteu a Deus, mesmo quando ele sofreu uma lesão no pescoço com a idade de 20 que ameaçou acabar com sua carreira. Mas foi a dor e a angústia de perder sua irmã que o levou a Cristo.

Em 2004, ele conquistou o título Light Heavyweight Champion do UFC. Mas nesse mesmo ano, ele recebeu a notícia devastadora de que sua irmã foi raptada no Brasil depois que sua mãe a deixou no local de trabalho. A família nunca encontrou o corpo dela, mas ouvi histórias de que mais de 20 homens estupraram e a mataram na favela.

"Se você perdeu o seu marido, você é uma viúva, se você perdeu seu pai, você é um órfão, mas se você perdeu seu filho, eles não têm um nome para isso. Isso é tão doloroso que eles não têm um nome para isso", disse Belfort.

Em meio à raiva e amargura, pensamentos de vingança, o consumiu. Buscando uma maneira de amenizar sua dor, Belfort começou a orar. Foi através da oração que ele ouviu a voz de Deus: "Filho, não importa como você olha, como você pensa sobre sua vida, sua irmã me pertencia."

Foi nesse momento que Belfort disse que percebeu pela primeira vez a realidade de Deus.

"Acho que há duas maneiras de se chegar a Deus, pelo amor ou pela dor. A minha foi através da dor ", afirmou Belfort.

Vítor é casado com a ex-modelo e apresentadora Joana Prado

Agora, seu coração está em paz e seu relacionamento com sua família e Deus é bom, ele compartilhou.

"Eu posso ver agora que através dessa tribulação, eu sou um novo homem. Sou um homem forte. Amadurecido", disse Belfort. "Eu não sou perfeito. Eu ainda luto contra muitas coisas, mas é um processo. Eu estou no meio do processo e a cada dia eu tento provar a mim mesmo que eu posso lutar por esse processo, que nunca termina."

Belfort disse que ele é frequentemente questionado sobre como ele pode participar de um esporte tão violento e ainda servir a Deus. Sua resposta é de futebol americano e hóquei também são violentos. "Todo mundo é um lutador", disse ele.

Belfort ganhou 19 de suas 27 lutas no UFC e foi classificado no top 10 nas divisões de meio-pesado e médio.

O movimento I Am Second foi fundado pelo e3 Partners Ministry e busca conectar respostas aos que procuram sobre as questões da vida com depoimentos da vida real de pessoas que encontraram respostas em Jesus Cristo. Pessoas que compartilham suas histórias através de vídeos falam abertamente sobre suas várias lutas, que vão desde o abuso de substâncias ao egoísmo, e como eles encontraram uma vida plena em Cristo.

Algumas celebridades que são apresentadas nos vídeos incluem o ex-membro da Banda Korn, Brian "Head" Welch, o jogador liga de futebol americano NFL, Bradie James, o ex governador do Arkansas Mike Huckabee, O premiado do Grammy Music-Award Michael W. Smith, e do ex-treinador da NFL, Tony Dungy.

O site I Am Second lançado em Dezembro de 2008 e contém agora mais de 50 vídeos.

Veja o testemunho no vídeo:


Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails
Quem matou Marvin ?
03 de Fevereiro/Quinta Feira

Marvin Gaye nasceu em Washington em 1939. Era filho do Pastor Marvin Pentz, conhecido pela moral rígida e de costumes intransigentes. Marvin, cresceu na igreja pastoreada por seu pai, onde acabou desenvolvendo seu don musical, cantando louvores gospel.


Após abandonar a força aérea em 1957, inicia sua carreira musical, cantando musica secular, fato que desencadeou num rompimento com seu pai.


Marvin, chamou a atenção do presidente da Motown Records (gravadora de musica negra), onde gravou seu primeiro single, que alcançou o primeiro lugar na "parada norte-americana".


Nasce um mito da musica negra !


O relacionamento com seu pai sempre foi conturbado, pois o mesmo não aceitava a carreira musical do filho, no entanto vivia regaladamente do que o Marvin lhe proporcionava, como : Mansão, carros e jóias. O jovem cantor tentou várias vezes o suicido, pela pressão moral do Sr. Marvin Pentz.


Após a última turnê em 1984, Marvin foi passar uma temporada com seus pais.


No 1 de abril, nesse fatídico dia, seu pai agride fisicamente sua mãe, Marvin a defende golpeando-o com um soco. Seu pai, vai até a cômoda, pega uma arma e dispara contra seu próprio filho, assassinando-o. A ironia é que Gaye foi morto por uma arma que ele próprio havia dado de presente para seu pai. Detalhe, um dia antes de completar seu 45º aniversário.
O Pastor Marvin Pentz foi condenado a seis anos de prisão, após ser declarado culpado por homicídio. Passou o final de sua vida em um asilo, onde morreria de pneumonia em 1998.


A meu ver, quem matou Marvin, foi o maldito e velho "legalismo", que encontrou abrigo num coração não convertido ao evangelho...embora o coração em questão, pertencesse a um "pastor".



Carlos Herrera
Fonte: http://cativosporcristo.blogspot.com




Faça um blogueiro feliz comente Related Posts with Thumbnails